PUBLICIDADE
Notícias

Migrantes entram em confronto com polícia macedônia na fronteira com a Grécia

21:20 | 13/04/2016
Mais de 100 migrantes entraram em confronto com a polícia da Macedônia, nesta quarta-feira, na região da fronteira do país com a Grécia. Os conflitos enviaram uma fumaça de gás lacrimogêneo que tomou conta de todo campo de refugiados.

O tumulto impediu uma visita planejada dos presidentes da Croácia e da Eslovênia à cerca instalada na fronteira.

Ninguém ficou ferido nos conflitos que fecharam a fronteira de Idomeni, e a polícia grega, que monitorava migrantes que jogavam pedras, não prendeu ninguém.

A polícia macedônia disparou várias bombas de gás lacrimogêneo, granadas de efeito moral e balas de borracha contra os manifestantes, que haviam tentado escalar a cerca usando cobertores doados por grupos de direitos humanos para se protegerem do arame farpado.

Cerca de 11 mil pessoas têm vivido em campos informais por semanas desde que a Macedônia fechou suas fronteiras para refugiados que passavam pelo país para alcançarem nações desenvolvidas da Europa. Antes do fechamento, que foi desencadeado por uma decisão semelhante na Áustria, cerca de 850 mil pessoas que haviam chegado na Grécia por meio de embarcações da Turquia entraram na Macedônia através de Idomeni.

Os residentes do campo - refugiados sírios, iraquianos e afegãos, em sua maioria - haviam ignorado os repetidos pedidos de autoridades gregas para se mudaram para campos organizados. Fonte: Associated Press.

TAGS