PUBLICIDADE
Notícias

Japão: 11 mortos por degradação das condições de vida após terremotos

As autoridades locais e ONGs distribuíram panfletos para informar a população sobre a conduta a ser adotada para minimizar os riscos

05:54 | 20/04/2016

Onze pessoas morreram no Japão vítimas da degradação de suas condições de vida, após os dois terremotos que abalaram o sudoeste do país na semana passada, informaram as autoridades.


Segundo o centro de crise da prefeitura de Kumamoto (sudoeste), a mais afetada, as vítimas morreram por problemas circulatórios ou estresse, após as mudanças abruptas que tiveram que enfrentar em consequência dos incessantes tremores.


Dois terremotos fortes, acompanhados por quase 600 tremores secundários, sacudiram Kumamoto entre a quinta-feira da semana passada e a manhã desta quarta-feira, deixando 47 mortos e mais de mil feridos.


Quase 100.000 pessoas vivem desde então em abrigos ou em seus veículos.
As autoridades registraram casos - incluindo um fatal - de de trombose venosa ou flebite, pela permanência em uma mesma posição por muito tempo.


As autoridades locais e ONGs distribuíram panfletos para informar a população sobre a conduta a ser adotada para minimizar os riscos.


O medo provocado por cada novo tremor secundário e pela falta de sono também pode ser fatal, segundo as autoridades.

 

 

 

AFP

TAGS