PUBLICIDADE
Notícias

Israel tenta silenciar jornalista palestino ao detê-lo, diz esposa

16:30 | 26/04/2016
A esposa de um jornalista palestino detido pela polícia israelense afirmou hoje que Israel tenta silenciá-lo com a ação.

Omar Nazzal, de 53 anos, foi preso no final de semana em um ponto de controle na entre a Faixa de Gaza e a Jordânia. No momento, ele estava indo participar de uma reunião entre a Federação Europeia de Jornalistas e a Bósnia.

A Federação condenou a detenção de Nazzal e fez um apelo para que Israel o colocasse imediatamente em liberdade.

O jornalista chefiou a Palestine Today, uma rede de TV afiliada ao grupo Islamic Jihad, por cinco meses, mas deixou o cargo no início do ano, pouco tempo antes de Israel fechar a TV.

Ele também teve laços com a Frente Popular de Liberação da Palestina (PFLP, na sigla em inglês), um pequeno grupo que no passado se envolveu em ataques contra alvos israelenses.

Nazzal, um dos líderes dos jornalistas palestinos, é um crítico frequente dos fechamentos de jornais e outros veículos de mídia por Israel, para quem eles incitavam o ódio contra o país.

Em um comunicado, o serviços de segurança interna israelense, Shin Bet, apontou as conexões de Nazzal com o Palestine Today e disse que ele foi preso por seus laços com a PFLP.

"É preciso deixar claro que esta prisão não foi feita por causa de suas atividades como jornalista, mas por causa do seu envolvimento com uma organização terrorista", disse o comunicado. Fonte: Associated Press.

TAGS