PUBLICIDADE
Notícias

Velejador é morto a tiros por dois piratas no Caribe

O alemão de 48 anos velejava com a família em seu iate, invadido no início da madrugada na última sexta-feira, 4

18:39 | 08/03/2016
NULL
NULL
Um velejador alemão de 48 anos foi morto a tiros após ter seu iate invadido por dois piratas encapuzados na última sexta-feira, 4, em São Vicente e Granadinas, país localizado na região do Caribe. As informações são da agência de notícias DW.

Conforme a imprensa local, a vítima velejava pela baía de Wallilabou - destino turístico popular na região e onde foram gravadas as cenas do primeiro filme de "Piratas do Caribe" - ao lado da mulher e dos dois filhos, curtindo as férias, quando o crime aconteceu.

A dupla de assaltantes invadiu o iate no início da madrugada e, após dispararam contra o alemão, fugiram levando dinheiro e cartão de crédito. O capitão do barco, também alemão, foi ferido, mas os familiares da vítima saíram ilesos.

Ainda não há informações que confirmem algum tipo de reação por parte do velejador. "Esse ato criminoso perturba a paz das pessoas em seus iates e custa milhões. Porque aqui nós vendemos paz, segurança e a possibilidade de descanso", ressaltou o primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas, Ralph Gonsalves.

Conforme a DW está é a primeira vez em 13 anos que uma ação de piratas contra turistas resultou em morte na região.

O Ministério alemão do Exterior alerta aos viajantes, por meio do seu site oficial, para os riscos existentes em decorrência da atividade de piratas em São Vicente e Granadinas.
Redação O POVO Online
TAGS