PUBLICIDADE
Notícias

Obama nomeia juiz para Suprema Corte

17:18 | 16/03/2016
Escolha do moderado Merrick Garland, em plena campanha eleitoral, irrita republicanos, que prometem não aprovar nomeação no Congresso. Oposição queria que escolha fosse feita pelo futuro presidente. O presidente Barack Obama nomeou nesta quarta-feira (16/03) Merrick Garland considerado moderado com histórico de apoio a democratas e republicanos como juiz da Suprema Corte dos Estados Unidos. Considerado um juiz moderado, Garland vai substituir o conservador Antonin Scalia, que morreu em fevereiro. A decisão tem potencial para acirrar a disputa com republicanos, em meio à campanha para as eleições presidenciais de novembro. O juiz de 63 anos é graduado pela Universidade de Harvard e comanda a Corte de Apelação do distrito de Columbia. "Selecionei um candidato que é amplamente reconhecido não apenas como uma das mentes jurídicas mais afiadas da América, mas como alguém que traz para o seu trabalho um espírito de decência, modéstia, integridade, imparcialidade e excelência", disse Obama na Casa Branca. A aprovação do Senado é necessária para que Garland assuma o cargo vitalício. Senadores republicanos, no entanto, sinalizam que não vão aprovar nenhum candidato escolhido por Obama neste ano. Eles querem que o cargo fique vago até a eleição do novo presidente americano, que faria então a escolha. O líder dos republicanos no Senado, Mitch McConnell, disse que Obama tenta politizar a escolha do novo juiz da Suprema Corte em época de campanhas presidenciais. "Parece claro que Obama fez essa nomeação não com a intenção de ver um candidato confirmado, mas para politizar o processo com fins de eleição", afirmou. A entrada de Garland na Corte de Apelação de Columbia foi aprovada em 1997 com maioria de votos tanto de republicanos quanto de democratas. KG/rtr/ap
TAGS