PUBLICIDADE
Notícias

Merkel pede que Grécia aumente esforços para acomodar imigrantes

12:30 | 05/03/2016
A chanceler alemã Angela Merkel criticou hoje o governo grego por não fazer o suficiente para prover imigrantes com a acomodação prometida.

Em uma entrevista concedida ao jornal Bild am Sonntag, Merkel afirmou que os gregos deveriam ter construído abrigo para 50 mil pessoas no final do ano, mas que ficaram muito aquém da meta.

"Essa meta precisa ser rapidamente atingida para que o governo grego consiga prover acomodação adequada", disse a dirigente alemã ao jornal. "Eu sei, de conversas que tive com o primeiro-ministro Alexis Tsipras, que ele também deseja isso, mas que ele precisa de nossa ajuda. A União Europeia deve, portanto, prestar seu apoio à Grécia nessa causa".

A situação nos campos de refugiados gregos tem piorado nas últimas semanas, após países dos Bálcãs e a Áustria decidirem fechar suas fronteiras para os imigrantes.

Líderes europeus se encontraram na segunda-feira, em Bruxelas, para discutir a ajuda à Grécia, o maior ponto de entrada para refugiados que chegam de conflitos na Síria, Iraque e Afeganistão.

Cerca de 2 mil pessoas chegam às ilhas gregas todos os dias. De acordo com as Nações Unidas, 126 mil imigrantes aportaram no país desde o início do ano, contra 12 mil no mesmo período do ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS