PUBLICIDADE
Notícias

Grécia detém refugiados em suas ilhas após atrasos no acordo de migração da UE

21:40 | 21/03/2016
A Grécia deteve centenas de refugiados e migrantes em suas ilhas, nesta segunda-feira, ao passo em que autoridades de Atenas e da União Europeia (UE) admitem que um acordo para enviar milhares de procuradores de asilo de volta à Turquia sofre atrasos.

Migrantes que chegaram depois que o acordo entrou em vigor, no domingo, estavam sendo conduzidos para campos de refugiados previamente abertos nas ilhas de Lesbos e Quios e mantidos em detenção, de acordo com autoridades das ilhas.

Os países da UE estão tentando evitar uma repetição de uma migração em massa em 2015, quando mais de um milhão de pessoas entraram no bloco. A maioria estava fugindo da guerra civil na Síria e outros conflitos, viajando, a princípio, para a Turquia, e depois partindo para as ilhas gregas.

Sob os termos do acordo, autoridades gregas deterão e enviarão refugiados recém-chegados de volta para a Turquia. A UE vai acomodar mais refugiados diretamente da Turquia e acelerar o envio de ajuda financeira para Ancara. Os dois lados, no entanto, continuam discutindo sobre como os migrantes serão enviados de volta. Fonte: Associated Press.

TAGS