PUBLICIDADE
Notícias

Mais de 3.500 civis mortos em 2015 por guerra no Afeganistão

Em 2015, uma vítima de cada quatro foi uma criança, o que representa um aumento de 14% em um ano, disse o relatório. E uma de cada dez vítimas é mulher, um aumento de 37%

08:35 | 14/02/2016
Um total de 3.545 civis morreram e 7.457 ficaram feridos no Afeganistão por causa da guerra, o pior saldo desde 2009, quando a ONU começou a conduzir uma contagem anual de mortos - informou a organização neste domingo. O número de 11.002 vítimas civis representa um aumento de 4% em relação a 2014, segundo o relatório da ONU divulgado em Cabul.

Em 2015, uma vítima de cada quatro foi uma criança, o que representa um aumento de 14% em um ano, disse o relatório.

E uma de cada dez vítimas é uma mulher, um aumento de 37%, disse o informe da ONU. "O mal infligido aos civis é totalmente inaceitável", declarou o diplomata sul-africano Nicholas Haysom, representante especial da ONU no Afeganistão desde setembro de 2014.

"Apelamos a todos aqueles que infligem sofrimento ao povo afegão a tomar medidas concretas para proteger os civis e acabar com as mortes e mutilações", disse Haysom. Os ataques e combates em áreas povoadas são a principal causa de mortes entre os civis.

O relatório destaca as incursões dos talibãs nos centros urbanos, em particular os ataques na cidade de Kunduz (norte) em setembro e outubro.

AFP
TAGS