PUBLICIDADE
Notícias

Estudante norte-americano detido na Coreia do Norte pede desculpas em vídeo

17:20 | 29/02/2016
A Coreia do Norte divulgou hoje um vídeo em que um estudante norte-americano detido desde o final de janeiro no país pede desculpas por sua tentativa de roubar uma bandeira política no hotel onde se encontrava, na capital do país.

Otto Warmbier, um estudante de 21 anos da Universidade da Virgínia, aparece com o rosto em lágrimas na gravação. Em sua defesa, disse que foi encorajado a roubar o objeto por membros de uma igreja de sua cidade natal, em Wyoming, no estado de Ohio, que queriam pendurá-la na parede como um troféu.

Segundo o estudante, os membros da igreja ofereceram a ele um carro usado no valor de US$ 10 mil caso ele conseguisse trazer a bandeira de volta. Warmbier também teria sido encorajado a fazê-lo veteranos da fraternidade "Z Society", que funciona em sua universidade e para a qual tentava entrar. Ele só teria aceitado porque sua família "enfrenta sérias dificuldades financeiras."

Meshach Kanyion, pastor da igreja em Wyoming, não confirmou se conhece o estudante detido ou se ele era membro daquela igreja.

"Eu não tenho nada a comentar agora", disse.

A Coreia do Norte anunciou no final de janeiro a detenção de Warmbier, e o acusa de ter entrado no país como um turista para cometer um crime contra o Estado com "a conveniência tácita do governo norte-americano e sob sua manipulação". Nenhum detalhe foi dado sobre que tipo de acusação foi feita contra o universitário, nem a pena que pode enfrentar.

Em ocasiões passadas, pessoas que foram detidas pela Coreia do Norte e obrigadas a dar declarações muitas vezes voltavam atrás no que disseram após serem liberados. Fonte: Associated Press.

TAGS