PUBLICIDADE
Notícias

Câmara dos EUA aprova sanções contra Coreia do Norte

Maioria dos deputados ratifica lei que prevê bloqueio de ativos e de apoio financeiro à indústria bélica do país. Medida é resposta a lançamento de foguete considerado pela comunidade internacional como teste de míssil

20:55 | 12/02/2016
A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, de maioria republicana, votou nesta sexta-feira, 12, a favor de uma lei que cria sanções contra a Coreia do Norte. A medida é uma resposta ao lançamento de um foguete de longo alcance no último domingo, 7.

O país também ampliou instalações de enriquecimento de urânio e reativou um reator de plutônio, o que permitiria produzir material para armas nucleares em semanas ou meses.

Os deputados deram 408 votos a favor e apenas dois contra. "A Coreia do Norte é uma casa dos horrores dos direitos humanos", afirmou o presidente da Comissão de Assuntos Exteriores, o republicano Ed Royce.

A lei ainda tem de ser sancionada pelo presidente americano, Barack Obama. As sanções incluem bloqueio de ativos e transações financeiras que apoiem indústrias norte-coreanas, como a nuclear e a bélica.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou o lançamento do foguete norte-coreano e informou que deve aprovar uma nova resolução que inclua mais sanções. O regime de Kim Jong-un alega que lançou apenas um satélite.
DW



TAGS