PUBLICIDADE
Notícias

Ataques dos EUA destroem estação de rádio do Estado Islâmico no Afeganistão

09:30 | 02/02/2016
Ataques aéreos dos EUA no distrito de Achim, uma região remota do Afeganistão, destruíram uma estação de rádio operada pelo grupo Estado Islâmico, disseram autoridades norte-americanas e afegãs nesta terça-feira.

A "Voz do Califado" - rádio operada pelo Estado Islâmico, perto da fronteira com o Paquistão - foi destruída por dois ataques aéreos dos EUA, de acordo com um oficial dos EUA, que falou sob condição de anonimato porque não estava autorizado a falar com a mídia sobre o assunto.

Em uma declaração oficial, o coronel do exército dos EUA Mike Lawhorn, porta-voz da missão dos EUA no Afeganistão, disse que as "forças dos EUA realizaram dois ataques aéreos contra o terrorismo no distrito de Achin", na província de Nangarhar, na tarde de segunda-feira. Ele não forneceu mais detalhes.

A estação de rádio funcionava ilegalmente e espalhava mensagens extremistas do grupo, fazendo ameaças aos jornalistas na capital de Jalalabad e tentava recrutar jovens para a sua causa.

Autoridades afegãs acreditavam que a estação de rádio, que foi criada no final de 2015, operava com equipamentos móveis que permitia o grupo se mover facilmente para outro lado da fronteira montanhosa, o que ficava difícil de rastrear.

O porta-voz do governador de Nangarhar, Attaullah Khogyani, disse que os ataques também mataram 21 membros do Estado Islâmico, incluindo cinco que estavam trabalhando na estação de rádio.

O rádio é o meio de comunicação mais forte no Afeganistão, onde a maioria das pessoas não têm televisão e apenas 10% da população tem acesso à internet. Por outro lado, quase todo mundo tem acesso a rádio, com cerca de 175 estações operando em todo o país. Fonte: Associated Press.

TAGS