PUBLICIDADE
Notícias

Rapaz de 17 anos é acusado por tiroteio em escola no Canadá

19:15 | 23/01/2016
A Polícia acusou neste sábado um rapaz de 17 anos por quatro acusações de assassinato em primeiro grau e sete acusações de tentativa de homicídio, em um tiroteio em massa numa escola e numa casa em uma comunidade indígena no oeste do Canadá, disseram autoridades.

A Polícia não pode informar o nome do suspeito, em razão da Lei de Justiça Penal Juvenil do Canadá. Segundo autoridades, nove pessoas foram baleadas na escola, duas fatalmente - um professor e um auxiliar do professor. As sete pessoas feridas estão hospitalizadas.

A polícia disse que dois irmãos, Dayne Fountaine, de 17 anos, e Drayden, de 13 anos, foram mortos a tiros em uma casa antes de o atirador se dirigir à Escola Comunitária La Roche.

O suspeito foi preso na escola na sexta-feira à tarde. A polícia disse que eles não tinham conhecimento de um motivo e se recusou a dizer qual o tipo de arma que ele usou.

A escola fica em uma remota comunidade indígena, em La Loche, na província de Saskatchewan. La Loche é uma comunidade de menos de 3 mil habitantes, onde quase todo mundo se conhece.

TAGS