PUBLICIDADE
Notícias

Mulheres ganham o direito de participar do rito dos lava-pés

O tradicional rito lembra o gesto feito por Jesus na noite da última ceia, realizado com a presença dos apóstolos. A cerimônia acontece na quinta-feira da Semana Santa

14:30 | 21/01/2016
NULL
NULL
O papa Francisco enviou uma carta ao prefeito Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos sacramentos, Robert Sarah, considerando que não deverão ser escolhidos apenas homens para o rito litúrgico dos lava-pés e que sejam todos os membros da igreja, ou seja, mulheres também. As informações são do Jornal do Brasil. 
 
O texto, datado no dia 20 de dezembro, foi publicado nesta quinta-feira, 21. Nele o pontífice recomendou que fosse dada aos fiéis uma adequada explicação sobre o significado deste rito.
 
[SAIBAMAIS2]No dia 6 de janeiro o Vaticano divulgou os documentos da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos autorizando estas mudanças requeridas pelo pontífice para que neste rito possam participar: “homens, mulheres, jovens, idosos, saudáveis, doentes, consagrados e laicos”, relata o documento.
 
O lava-pés é realizado durante a missa “Coena Domini” na quinta-feira santa. Ano passado, o papa Francisco já tinha quebrado esta norma quando lavou os pés de 12 detentos, seis mulheres e seis homens, incluindo um brasileiro, que cumpria pena na Penitenciária de Rebibbia, em Roma. Francisco também lavou os pés de uma criança.
 
Redação O POVO Online
TAGS