PUBLICIDADE
Notícias

Líder do Taleban no Paquistão promete atacar mais universidades e escolas

08:55 | 22/01/2016
O grupo militante islâmico Taleban, que reivindicou a responsabilidade pelo ataque a uma universidade no Paquistão nesta semana, prometeu atacar outras faculdades e escolas que promovam o ensino democrático ao invés da teocracia muçulmana.

Omar Mansoor, líder do Taleban paquistanês, que atacou a Universidade Bacha Khan no noroeste do Paquistão na quarta-feira, matando 21 pessoas, disse em uma mensagem gravada postada no Facebook que as pessoas do país devem "se arrepender do politeísmo e da democracia".

Terroristas da facção liderada por Mansoor mataram mais de 130 crianças em um ataque a uma escola na cidade de Peshawar há um ano e sua declaração poderia anunciar uma nova onda de violência jihadista no Paquistão, onde o governo tem lutado para reprimir militantes locais.

O vídeo incluía imagens de quatro homens armados, que foram identificados como os responsáveis pelos ataques no centro universitário, atirando contra os alunos com rifles. Eles acabaram sendo mortos por forças de segurança.

Um porta-voz para o ramo principal do Taleban paquistanês, Muhammad Khursani, condenou o ataque, dizendo que os alunos devem ser considerados como futuros jihadistas.

Mansoor, no entanto, disse que as universidades e as escolas são "a fundação do mal sistema democrático do Paquistão". "Essas universidades, estas faculdades, estas escolas: este é um sistema que veio do Reino Unido e dos Estados Unidos, e é feito por seres humanos", disse Mansoor. "Nós queremos perturbar este sistema, destruir sua fundação. Queremos estabelecer o sistema de Alá, e estabelecer o domínio de Deus", acrescentou.

Depois do ataque de 2014 em uma escola de Peshawar, as autoridades reforçaram a segurança em instituições de ensino de todo o país. O governo da província de Khyber Pakhtunkhwa, onde fica a Universidade Bacha Khan, permitiu que professores portassem armas no campus.

Autoridades paquistanesas acreditam que Mansur e outros líderes do Taleban paquistanês no Afeganistão estão envolvidos. Na quinta-feira, o exército paquistanês disse que o ataque na Universidade foi orquestrado por militantes baseados no Afeganistão, algo rejeitado pelo governo afegão.

O Taleban paquistanês é um conjunto de facções militantes que operam principalmente em áreas tribais no norte ocidental do país e em toda a fronteira no leste do Afeganistão. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS