Forças indianas matam todos os atiradores em cerco à base aéreaNotícias do Mundo
PUBLICIDADE
Notícias


Forças indianas matam todos os atiradores em cerco à base aérea

10:55 | 05/01/2016
Forças indianas mataram o último dos seis militantes que estavam escondidos em uma base aérea próxima à fronteira com o Paquistão desde o final de semana. Segundo o ministério da Defesa, no entanto, as tropas do exército ainda vasculhavam o local à procura de mais atiradores.

Os militantes mortos pertenceriam a um grupo chamado Conselho Unido Jehad, uma aliança de 13 grupos rebeldes da Caxemira. Eles estariam armados com fuzis AK-47, pistolas e lança-granadas.

O ministro da defesa indiano, Manohar Parrikar, não soube dizer como um pequeno grupo de homens armados conseguiu paralisar uma enorme base aérea por quatro dias, mas insistiu que o exército fez um "trabalho louvável". Sete soldados indianos foram mortos durante o ataque.

O porta voz do Conselho, Syed Sadaqat Hussain, disse em um comunicado que o ataque era uma mensagem à Índia de que suas forças de segurança não estavam fora do alcance de seus militantes.

Já o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, afirmou hoje ter conversado com sua contraparte paquistanesa, Nawaz Sharif. Modi Teria enfatizado a necessidade de o Paquistão agir contra os responsáveis pelo ataque.

A Índia acusa o Paquistão de armar e treinar insurgente dentro do território da Caxemira controlada pelo país vizinho. O Paquistão nega tal acusações, e diz que oferece apenas apoio moral e diplomático. Fonte: Associated Press.

TAGS