PUBLICIDADE
Notícias

Congresso da Venezuela afasta três deputados eleitos da oposição

17:25 | 13/01/2016
O Congresso da Venezuea decidiu acatar a decisão do Supremo Tribunal de Justiça sobre o afastamento de três deputados opositores, um impasse que ameaçava gerar uma crise institucional no país.

Os deputados eleitos pelo estado do Amazonas, Julio Haron Ygarza, Nirma Guarulla e Romel Guzamana, haviam solicitado na véspera seus afastamentos do cargo para enfrentar o processo no qual são acusados de fraude eleitoral.

No início da semana, a Justiça local determinou que os três fossem afastados, e que qualquer ato aprovado pelo Legislativo com a participação dos três seria anulada.

Partidos de oposição ao presidente Nicolás Maduro criticam a decisão judicial, afirmando que ela foi uma manobra para enfraquecer a oposição a Maduro no Parlamento. Caso os três parlamentares percam seus mandatos, a oposição perde a "supermaioria" conquistada nas eleições do ano passado.

"Às vezes é necessário sacrificar partes para salvar o todo. Seguimos com esse plano", disse Allup sobre a atitude da oposição ante o afastamento dos deputados. "Ele reiterou que a maioria opositora irá buscar, dentro de seis meses", uma "fórmula constitucional, democrática e pacífica para "acabar" com o governo de Nicolás Maduro, a quem qualificou como o responsável pela crise no país.

Apesar dos afastamentos, a coalizão opositora ainda mantém controle sobre o Congresso, com 109 assentos contra 54. Fonte: Associated Press.

TAGS