PUBLICIDADE
Notícias

Casa de político é alvo de ataque suicida no Afeganistão e pelo menos 11 morrem

09:15 | 17/01/2016
Pelo menos 11 pessoas morreram e 13 ficaram feridas após um homem ter cometido um ataque suicida na casa de um importante político do Afeganistão. O ataque ocorreu no complexo residencial de Obaidullah Shinwari, membro do conselho da província de Nangarhar, no oeste do país, por volta das 10h30 do horário local, informou o porta-voz da província, Ataullah Khyogani.

O porta-voz disse que uma pousada do complexo estava lotada de pessoas que tinham sido convidadas para um evento de família. "É possível que aumente o número de vítimas, porque havia muita gente lá", afirmou Khyogani. Enamullah Mikheil, porta-voz do Hospital de Saúde Pública de Nangarhar, disse que 13 corpos e 14 feridos foram levados para o hospital. O complexo residencial está perto do consulado do Paquistão, alvo na semana passada de um ataque reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Nenhum grupo assumiu ainda a responsabilidade pelo ataque deste domingo, mas um porta-voz do Taleban postou uma mensagem no Twitter negando envolvimento. O ataque ocorreu na cidade de Jalalabad, capital de Nangarhar, que tem sido alvo de vários ataques nos últimos meses, à medida que aumenta a presença do Estado Islâmico na região. Homens armados afiliados ao grupo realizaram confrontos com membros do Taleban, com o Estado Islâmico tomando o controle de pelo menos quatro distritos na fronteira da província com Paquistão.

O ataque deste domingo ocorre um dia antes de uma segunda rodada de conversas de alto nível com representantes do Afeganistão, do Paquistão, dos Estados Unidos e da China, que pretendem elaborar um roteiro para um diálogo que acabará, eles esperam, com a inclusão de representantes do Taleban. A primeira reunião do grupo ocorreu na capital do Paquistão, Islamabad, no último dia 11 de janeiro. Fonte: Associated Press.

TAGS