PUBLICIDADE
Notícias

Bebê que viveu cerca de uma hora é a mais jovem doadora de órgãos no Reino Unido

A pequena viveu por pouco mais de uma hora, tempo suficiente para salvar uma vida. Hope teve rins e células hepáticas doados

15:00 | 04/12/2015
NULL
NULL
Após viver apenas 74 minutos, a bebê chamada Hope se tornou a mais jovem doadora de órgãos no Reino Unido, conforme informações do jornal britânico Daily Mirror.

A pequena viveu por pouco mais de uma hora, tempo suficiente para salvar uma vida, considerando que os rins e as células hepáticas dela foram doados.   

"Ela fez mais do que muitas pessoas fazem em toda a vida", disse o pai de Hope ao Mirror.

A menina, ainda durante os exames de pré-natal, foi diagnosticada com anencefalia. Para os médicos, ela não sobreviveria, a ponto de questionarem os pais sobre a possibilidade de um aborto.

O casal, que esperava gêmeos, optaram por levar a gravidez a diante. Hope e seu irmãozinho, Josh, vieram ao mundo na semana passada, mas a pequena logo faleceu.
[SAIBAMAIS 3]
Para os pais, Emma Lee e Drew, a pequena foi valente. "Enquanto eu estiver vivo, irei lembrar desses minutos. Seus olhos eram amáveis e azuis, foi um momento maravilhoso. Sentimos que nossa menininha é uma heroína", afirmou Drew.

De acordo com a publicação britânica, a doação de órgãos foi inspirada na história de Teddy Houlston. O menino nasceu nas mesmas condições que Hope e viveu por 100 minutos. Os órgãos dele também foram doados.

"Estávamos muito tristes, mas não queríamos que a vida dela fosse em vão", conta a mãe. "Ela continua viva dentro de outra pessoa e isso ajuda com a diminuir a dor".

Hope, escolhido para ser o nome da menina, significa esperança em inglês.
Redação O POVO Online
TAGS