PUBLICIDADE
Notícias

Sete amuletos da sorte para esta sexta-feira 13

10:33 | 13/11/2015
Há séculos a humanidade busca meios de se proteger contra o azar e o mau agouro. Listamos alguns objetos que podem ajudar os supersticiosos a passar incólumes pelo "diz do azar". Para os mais supersticiosos, a sexta-feira 13 é um dia de azar. Mas não se preocupe, há séculos existem amuletos infalíveis para se proteger do mau agouro. Listamos os principais: Ferradura: utilizada para trazer proteção. Se o objetivo for usá-la permanentemente como amuleto, a ferradura deve ser pendurada com a abertura para cima para não deixar a sorte cair. Trevo: Para os celtas, o trevo afastava os feitiços. Até hoje, ele é o símbolo nacional da Irlanda. Na Idade Média, o trevo de quatro folhas era costurado nas roupas dos viajantes para protegê-los dos perigos. Mas só encontrar a plantinha por aí já pode ser um sinal de sorte comprar trevo nas lojas não vale. Louça estilhaçada: dizem que o barulho forte da louça quebrando espanta os maus espíritos. Por isso, em algumas culturas, não pode faltar uma garrafa de champanha esmagada no batismo ou pratos quebrados no casamento. Porquinho: acredita-se que já há 2.000 anos o porco é um símbolo da sorte, por causa da sua fertilidade. Joaninhas: hoje em dia a honra de trazer sorte é só da joaninha, mas antigamente se acreditava que todo inseto fosse um bom sinal se capturado com a mão esquerda e mantido dentro do bolso. Limpador de chaminés: essa é uma superstição que vem da Idade Média, quando as casas pegavam fogo com facilidade. O limpador de chaminés era o responsável por proteger o lar e, assim, trazer sorte. Moeda da sorte: a ideia de que dinheiro traz sorte é uma crença antiga, mas ela precisa estar toda polida, para atrair mais dinheiro. AF/dpa
TAGS