PUBLICIDADE
Notícias

Policial morre após tiroteio na Turquia e outro fica gravemente ferido

12:45 | 23/07/2015
Um policial foi morto a tiros na cidade de maioria curda de Diarbaquir nesta quinta-feira, marcando o segundo ataque em poucos dias contra as forças de segurança no sudeste da Turquia, em meio a tensões crescentes na sequência de um atentado suicida que matou 32 pessoas na segunda-feira. Um outro policial ficou ferido e está em estado grave.

Não ficou imediatamente claro quem realizou o ataque de hoje, de acordo com a agência de notícias estatal Anadolu. Os oficiais foram atacados imediatamente depois de chegarem ao local de um acidente de trânsito, o que poderia ter sido uma armadilha, informou a Anadolu.

Após o ataque, as forças de segurança turcas lançaram uma operação de varredura na região.

Na quarta-feira, um policial e um funcionário da unidade antiterrorismo do governo foram mortos na província de Sanliurfa, com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) se responsabilizando pelos assassinatos.

O grupo PKK é listado como uma organização terrorista por Ancara, pelos EUA e pela União Europeia, e tem lutado pela autonomia no sudeste da Turquia desde 1984, em um conflito que já matou mais de 40 mil pessoas.

O PKK disse que matou os dois policiais por cooperar com o Estado Islâmico e em retaliação ao ataque suicida na segunda-feira em Suruc, que matou 32 voluntários que se preparavam para cruzar a Síria para ajudar a reconstruir a cidade de Kobani. Militantes curdos sírios filiados ao PKK derrotaram o Estado Islâmico em Kobani depois de uma guerra de quatro meses.

Autoridades turcas deteram três pessoas que tinha ligação com o ataque de quarta-feira. O governo também está investigando o ataque em Suruc, com as autoridades que as dizendo primeiras conclusões indicam que o Estado Islâmico estava por trás do atentado. Fonte: Dow Jones Newswires

TAGS