PUBLICIDADE
Notícias

Barack Obama pede à África que combata o 'câncer da corrupção'

Obama também afirmou que é hora do mundo deixar de lado os "velhos estereótipos" em relação à África. "À medida que a África muda, eu peço ao mundo que mude sua abordagem da África"

09:04 | 28/07/2015
NULL
NULL

Barack Obama pediu nesta terça-feira, 28, que a África combata "o câncer da corrupção" para garantir um progresso contínuo, em seu discurso na União Africana, o primeiro de um presidente americano nesta instância.

"Nada poderá desbloquear mais o potencial econômico da África do que o fim da corrupção", afirmou Obama, acrescentando que a prática subtrai bilhões de dólares que poderiam ser usados para a saúde ou para criação de empregos.

Obama também afirmou que é hora de o mundo deixar de lado os "velhos estereótipos" em relação à África. "À medida que a África muda, eu peço ao mundo que mude sua abordagem da África". Mas Obama condenou os líderes africanos que se recusam a deixar o poder no continente.

[SAIBAMAIS3] 

"O progresso democrático da África também está em risco quando líderes se recusam a deixar o poder quando seu mandato termina", afirmou. "Ninguém deveria ser presidente para a vida toda", enfatizou.

E destacou que a África precisa derrotar o terrorismo, alertando que o progresso do continente depende da segurança e da paz. Segundo ele, os Estados Unidos estão ao lado do continente para combater o terror.

"A África enfrenta o terrorismo e o conflito, e quero que saibam que os Estados Unidos estão com vocês", afirmou.

O presidente americano aludiu assim ao perigo que representam grupos como os shebab da Somália, o Boko Haram na Nigéria, os insurgentes no Mali e na Tunísia, e os rebeldes do Exército da Resistência na África Central.

AFP

TAGS