PUBLICIDADE
Notícias

Afeganistão investiga possível morte do mulá Omar, líder do Taleban

09:05 | 29/07/2015
O governo do Afeganistão está investigando os relatos de que o mulá Mohammed Omar, líder do Taleban no país e aliado de Osama Bin Laden, está morto, disse Zafar Hashemi, vice-porta-voz do presidente afegão, Ashraf Ghani. O Taleban não comentou as declarações do porta-voz.

Omar, que chefia o Taleban secretamente e é aliado da Al-Qaeda, liderava um ofensiva sangrenta contra as forças lideradas pelos Estados Unidos depois que seu governo foi derrubado no Afeganistão em 2001.

"Temos relatos sobre a morte do mulá Omar, líder do Taleban", disse Hashemi. "Nós ainda estamos investigando e assim que for confirmado iremos informar o povo afegão e a mídia", acrescentou.

Uma autoridade de segurança do Paquistão disse, sob condição de anonimato, que os rumores que estão circulando são uma "especulação" projetada para interromper as negociações de paz.

Os rumores apareceram dois dias antes da próxima rodada de negociações entre o governo do Afeganistão e representantes do Taleban, que serão realizadas no Paquistão. A primeira rodada de conversas foi realizada no dia 7 de julho.

Caso a morte de Omar seja confirmada, poderá complicar o processo de paz, pois elimina uma figura de liderança dos insurgentes, que estão divididos entre continuar a guerra ou negociar com o governo do Afeganistão. Acabar com a guerra tem sido uma prioridade principal para o presidente afegão desde que assumiu o cargo no ano passado.

Os rebeldes do Taleban têm espalhado a sua guerra no Afeganistão e na fronteira com o Paquistão. Nas últimas semanas, os rebeldes tomaram o controle de distritos remotos na Província de Badakhshan e continuam a lançar ataques em massa em distritos na Província de Kunduz, uma região estrategicamente localizada na fronteira com o Tajiquistão. Fonte: Associated Press.

TAGS