PUBLICIDADE
Notícias

Naufrágio de pesqueiro russo deixa pelo menos 54 mortos

07:39 | 02/04/2015
Barco com 132 a bordo teria ido afundado em apenas 15 minutos. Quinze ocupantes estão desaparecidos. Operação de resgate, no extremo oriente da Rússia, inclui 26 embarcações e mais de mil homens. Pelo menos 54 pessoas morreram no naufrágio de um navio de pesca russo nesta quinta-feira (02/04), nas proximidades da Península de Kamchatka, no extremo oriente da Rússia. A embarcação teria afundado às 4h (hora local), segundo a agência de notícias russa Tass e não teria enviado sinal de socorro. Uma grande operação de resgate foi lançada no local, com participação de 26 embarcações e mais de mil homens. Sessenta e três pessoas foram salvas com vida, segundo uma fonte da equipe de resgate. A maioria dos pescadores resgatados apresentava sinais de hipotermia, um deles em estado crítico. Desaparecidos podem ter afundado com barco Outras 15 pessoas foram dadas como desaparecidas. É possível que estivessem dentro do barco quando ele afundou, em apenas 15 minutos, segundo testemunhas. As causas do acidente ainda estão sendo apuradas, e uma investigação criminal sobre uma eventual violação das regras de segurança está em andamento. Vladimir Markin, porta-voz do comitê de investigação da Rússia, disse que a causa mais provável foi a colisão do navio com um obstáculo que danificou o casco. O navio russo tinha uma tripulação de 132 membros, com 78 cidadãos russos, 42 de Myanmar e o restante de Ucrânia, Lituânia e Vanuatu. A embarcação naufragou no Mar de Okhotsk, 250 quilômetros ao sul da cidade de Magadan. MD/ap/dpa
TAGS