PUBLICIDADE
Notícias

Israel se diz indignado com negociações sobre acordo nuclear com Irã

21:50 | 02/04/2015
Autoridades israelenses se disseram indignadas com a postura das seis potências mundiais, que hoje deram um passo a mais na direção a um acordo nuclear com o Irã.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ainda não deu uma declaração oficial sobre o tema, mas adiantou em sua conta de Twitter que "qualquer acordo precisa reduzir significativamente as capacidades nucleares do Irã e impedir agressões e ataques terroristas produzidas pelo país".

Uma autoridade israelense que não quis se identificar se mostrou cético com o anúncio de hoje, de que as autoridades chegaram a um consenso sobre os parâmetros chave do acordo.

"Estes parâmetros são ruins, e vão levar a um acordo ruim e perigoso", disse. "Se um acordo sair desses parâmetros, ele será um erro histórico que vai transformar o mundo em um lugar muito mais perigoso."

"Com ou sem acordo, Israel irá fazer de tudo para proteger seus cidadãos", disse Naftali Bennet, ministro da Economia do país. "O regime islâmico mais radical do mundo recebeu hoje um selo kosher para seu programa nuclear ilícito."

Políticos de oposição também criticaram o acordo, sublinhando a forte rejeição que Teerã tem no país. "Sobre a questão nuclear do Irã, não há oposição ou coalizão", disse Yair Lapid, presidente do Yesh Atid, um partido de centro. "Estamos todos preocupados com a possibilidade do Irã contornar o acordo. Israel precisa proteger seus interesses." Fonte: Associated Press.

TAGS