PUBLICIDADE
Notícias

Skype e bitcoins cada vez mais usados por pedófilos

Segundo a agência Europol, utilizar as transmissões ao vivo pela internet ou o Skype é mais difícil de se detectar do que quando se usa um site

15:38 | 24/02/2015
NULL
NULL

Os criminosos que difundem abusos sexuais de criança ao vivo na internet passaram a utilizar cada vez plataformas como o serviço Skype ou a moeda virtual bitcoin, alertou nesta terça-feira, 20, a agência europeia de polícia Europol.

Utilizar as transmissões ao vivo pela internet ("livestream") ou o Skype é mais difícil de se detectar do que quando se usa um site, explicou a Europol.

O relatório foi recopilado pelo departamento de cibercriminalidade da Europol, assim como seu colega judicial Eurojust, com a ajuda de organizações não governamentais, de empresas de cartão de crédito ou gigantes da como Google e Microsoft.

[SAIBAMAIS2] 

"Os criminosos usam crianças de rua ou de sua própria família para abusar sexualmente delas ao vivo, ante as câmeras, e isso acontece tanto na União Europeia, como nos países emergentes", afirma o texto.

 

AFP

TAGS