PUBLICIDADE
Notícias

Número de mortos em acidente com balsa em Bangladesh sobe para 48

17:20 | 22/02/2015
O número de mortos em um acidente envolvendo uma balsa no centro de Bangladesh, subiu para 48, informaram autoridades locais. A embarcação com cerca de 100 passageiros a bordo naufragou em Bangladesh neste domingo, após ser atingida por um cargueiro. Uma operação de resgate estava em andamento, mas o número de pessoas desaparecidas depois do acidente ainda é incerto.

A balsa foi atingida por um cargueiro no cruzamento Daulatdia-Paturia no rio Padma, na tarde deste domingo (horário local), afirmou a funcionária do Departamento de Incêndio de Bangladesh, Shahzadi Begum. As equipes de resgate foram enviadas para o local e botes que estavam nas proximidades estavam ajudando na operação,

O local fica a 40 quilômetros a nordeste de Dhaka, capital do país. Acidentes com balsas são comuns em Bangladesh, uma nação empobrecida do Sul da Ásia e atravessada por mais de 130 rios.

A balsa M.L. Mosta estava submersa a uma profundidade de até 6 metros, disse o inspetor Zihad Mia, que está supervisionando a operação de resgate. Segundo ele, até a noite deste domingo, pelo menos 48 corpos tinham sido retirados das águas. Mia disse que as autoridades ainda não tinham como determinar quantos passageiros estavam desaparecidos. As balsas em Bangladesh geralmente não fazem listas de passageiros. "Não temos nenhuma imagem clara de quantos pessoas estavam na balsa quando ela afundou", declarou o inspetor. "Mas eu acho que muitos sobreviveram."

Jewel Mia, um funcionário da Autoridade de Transportes Aquaviários do Interior de Bangladesh, disse que havia pelo menos 140 pessoas a bordo quando a balsa afundou.

Um passageiro que sobreviveu disse que muitas pessoas ficaram presas dentro da embarcação quando ela afundou. "Os passageiros que estavam no convés sobreviveram, mas muitos que estavam dentro ficaram presos", afirmou Hafizur Rahman Sheikh, segundo o jornal Prothom Alo. Sheikh disse que o cargueiro atingiu o meio da balsa.

Autoridades ordenaram uma investigação sobre o acidente e uma comissão de cinco membros foi convocada a apresentar um relatório no prazo de 15 dias, afirmou o Ministério da Marinha em um comunicado.

O Padma é um dos maiores rios em Bangladesh, onde a superlotação e as fracas normas de segurança são frequentemente responsabilizadas em casos de acidentes com balsas. Fonte: Associated Press.

TAGS