PUBLICIDADE
Notícias

Mulher palestina ataca israelense na Cisjordânia

09:40 | 01/12/2014
Uma mulher palestina esfaqueou e feriu levemente um civil israelense antes de ser alvejada e ferida por forças de segurança na Cisjordânia nesta segunda-feira, informou o Exército.

Militares israelenses disseram que a mulher foi levada para o hospital. Meios de comunicação do país disseram que ela está seriamente ferida. O israelense recebeu cuidados médicos no local.

As tensões entre israelenses e palestinos aumentou nos últimos meses, principalmente por causa dos temores palestinos de que Israel tenta alterar o status do Nobre Santuário, um lugar sagrado bastante sensível, ao permitir que judeus se dirijam ao local para rezar.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, nega as acusações sobre a mudança no status do local, conhecido pelos judeus como Monte do Templo, mas alguns ministros de seu governo de ultradireita querem que fiéis judeus tenham permissão para frequentar a área, também conhecida como Esplanada das Mesquitas.

Os judeus se referem ao local, que é o mais sagrado para a judaísmo, como Monte do Templo porque foi o local onde antigos tempos hebreus foram construídos. Para os muçulmanos, trata-se do terceiro local mais sagrado, atrás de Meca e Medina.

Nas últimas seis semanas, 11 israelenses foram mortos em cinco ataques palestinos distintos, a maioria de Jerusalém, mas também ocorreram ataques na Cisjordânia e em Tel-Aviv. Cinco dos palestinos que participaram dos ataques foram mortos pelas forças de segurança israelenses.

Netanyahu acusa o presidente palestino Mahmoud Abbas de incitar os palestinos à violência, mas o chefe do serviços interno de segurança israelense refutou a acusação, perante testemunho a um comitê do Parlamento, ocorrido no mês passado, afirmando que Abbas não tem responsabilidade direta. Fonte: Associated Press.

TAGS