PUBLICIDADE
Notícias

Morre 11º médico que contraiu ebola em Serra Leoa

18:40 | 18/12/2014
Um dos principais médicos de Serra Leoa, Victor Willoughby, morreu nesta quinta-feira, vítima de ebola. Ele é o 11º médico do país a sucumbir à doença, disse um oficial de saúde. Victor testou positivo para o vírus no sábado.

O chefe do escritório de Medicina do país, Brima Kargbo, afirmou que o episódio é uma grande perda para a Serra Leoa. "O Dr. Victor Willoughby foi um mentor para nós, médicos e uma grande perda para a profissão médica", disse Kargbo. "Ele sempre esteve disponível para ajudar colegas mais jovens", acrescentou.

O homem de 67 anos morreu na manhã desta quinta-feira, poucas horas depois de uma droga experimental chegar à Serra Leoa. A notícia da vinda do ZMAb, desenvolvido no Canadá, tinha aumentando as esperanças de sobrevivência do médico, mas ele morreu antes que uma dose pudesse ser administrada, disse Kargbo. O ZMab é relacionada ao ZMapp, outro medicamento experimental que tem sido utilizado para tratar alguns pacientes de ebola. A eficácia dos medicamentos ainda não foi comprovada.

O vírus já atingiu mais de 18.600 pessoas e matou cerca de 6.900, a grande maioria em Serra Leoa, Guiné e Libéria. O ebola atingiu fortemente trabalhadores de saúde, matando mais de 350, esgotando as categorias de médicos e enfermeiros em países que já tinham muito poucos. Uma vez que o vírus é transmitido por fluidos corporais, é necessário contato próximo para acontecer o contágio. Fonte: Associated Press.

TAGS