PUBLICIDADE
Notícias

Indonésia interrompe buscas por avião desaparecido com 162 pessoas a bordo

10:07 | 28/12/2014
Suspensas ao anoitecer, operações de resgate serão retomadas na manhã desta segunda-feira. Aeronave perdeu contato com controle de tráfego uma hora após decolar. Airbus 320-200 ia de Surabaia, na Indonésia, a Cingapura O governo da Indonésia informou que suspendeu as buscas para encontrar o avião da AirAsia desaparecido neste domingo (28/12) entre a Indonésia e Cingapura com 162 pessoas a bordo, por ter anoitecido no país. As operações de busca serão retomadas na manhã de segunda-feira. "Interrompemos as buscas quando começou a anoitecer. A meteorologia também não estava favorável. As buscas serão retomadas amanhã [segunda-feira] cedo, se o tempo permitir", declarou um porta-voz do ministro indonésio dos Transportes. O Airbus 320-200 sumiu dos radares cerca de uma hora depois de decolar do aeroporto internacional de Juanda, na cidade indonésia de Surabaia, na ilha de Java, na Indonésia, às 05h20 (horário local). Ele deveria pousar quase três horas mais tarde em Cingapura. O avião desapareceu numa área conhecida por fortes tempestades. Há informações de que havia um temporal na região no momento do desaparecimento. Piloto pediu para subir avião, devido a mau tempo A companhia, sediada na Malásia, informou que o piloto do voo QZ-8501 pediu para subir a uma altitude de 38 mil pés para desviar de nuvens densas, por causa do mau tempo. Manobra é considerada normal em tais casos. A operação de busca e resgate ao avião é coordenada pela Indonésia e tem participação de Cingapura. A Força Aérea da Indonésia enviou duas aeronaves de reconhecimento e um helicóptero, Cingapura disponibilizou um avião militar. De acordo com a autoridade de aviação indonésia, a busca se concentra na área marítima entre as ilhas indonésias de Bangka e Belitung, no Mar de Java, o qual está localizado a meio caminho entre Surabaia e Cingapura. O aparelho transportava 155 passageiros (138 adultos, 16 crianças e um bebê) e sete tripulantes, incluindo dois pilotos. Entre os passageiros, estavam um de Cingapura, um da Malásia, três sul-coreanos, um inglês e 149 indonésios. Da tripulação, faziam parte um francês e seis indonésios. A fabricante Airbus disse que o avião que desapareceu foi entregue à AirAsia em outubro de 2008 e que, desde então, tinha cerca de 23 mil horas de voo. De acordo com a AirAsia, a aeronave passou pela última revisão em meados de novembro. MD/lusa/afp/dpa/rtr
TAGS