PUBLICIDADE
Notícias

Forças curdas iraquianas libertam milhares de prisioneiros do Estado Islâmico

20:50 | 18/12/2014
Forças curdas iraquianas que combatem militantes do grupo extremista Estado Islâmico libertaram nesta quinta-feira milhares de pessoas da minoria Yazidi do país presas em uma montanha, afirmou uma autoridade curda. O ato foi uma passo determinante na batalha para retomar a cidade de Sinjar, no sopé da montanha de mesmo nome, tomada pelo Estado Islâmico no início de agosto.

As tropas curdas Peshmerga, apoiados por ataques aéreos da coalizão liderada pelos Estados Unidos, lançaram a operação para retomar Sinjar na quarta-feira.

Masrur Barzani, chanceler do Conselho de Segurança da região do Curdistão, disse que as forças curdas avançaram na batalha, que institui a passagem para a montanha na quinta-feira. Ele enfatizou que as forças iraquiana não participaram da operação. "Nós pedimos ao governo iraquiano para fornecer a munição necessária para esta operação. Infelizmente, eles não enviaram a munição", afirmou Barzani.

Dezenas de milhares de Yazidis estavam presos na montanha desde o início de agosto, quando os extremistas capturaram as cidades de Sinjar e Zumar. Muitos foram levados de helicóptero para fora da montanha ou escoltados por uma passagem através da Síria de volta para o Iraque, onde encontraram refúgio no Curdistão iraquiano, região semiautônoma. Mas milhares haviam permanecido presos na montanha. Fonte: Associated Press.

TAGS