PUBLICIDADE
Notícias

Berlim pede a Moscou respeito à unidade da Ucrânia após eleições separatistas

"Julgaremos a Rússia e o presidente (Vladimir) Putin de acordo com suas declarações, segundo as quais a unidade da Ucrânia não será questionada", escreveu Steinmeier no Twitter

10:00 | 03/11/2014

O ministro alemão das Relações Exteriores, Franz-Walter Steinmeier, recordou nesta segunda-feira, 3, às autoridades da Rússia a promessa de respeitar "a unidade da Ucrânia", um dia depois das eleições vencidas pelos separatistas pró-Rússia no leste do país.

"Julgaremos a Rússia e o presidente (Vladimir) Putin de acordo com suas declarações, segundo as quais a unidade da Ucrânia não será questionada", escreveu Steinmeier no Twitter.

No domingo, 2, os líderes pró-Rússia e seus respectivos partidos venceram, como era esperado, as eleições presidenciais e legislativas organizadas nos territórios sob seu controle nas regiões de Donetsk e Lugansk.

A Rússia reconheceu as votações, ao contrário de Kiev e da União Europeia, que consideraram as eleições um novo obstáculo para o processo de paz no leste da Ucrânia.

AFP

TAGS