PUBLICIDADE
Notícias

Ataques sexuais de lobos-marinhos já foram registrados anteriormente

Cientistas não sabem definir qual o motivo do comportamento sexual atípico dos lobos-marinhos

10:49 | 19/11/2014
NULL
NULL

Nesta semana, a revelação de cientistas que espécies de lobos-marinhos, muitas vezes confundidas com outros animais, estariam abusando sexualmente de pinguins impressionou algumas pessoas, mas o comportamento sexual atípico já foi registrado anteriormente.

 Segundo a rede de comunicação BBC, em 2006, cientistas registraram pela primeira vez lobos-marinhos tentando fazer sexo com focas. Na ocasião, a situação foi atribuída a animais inexperientes sexualmente, mas com a recorrência, os estudiosos afirmaram estar impressionados.

 Quatro casos de ataques sexuais contra pinguins foram flagrados pelas câmeras dos cientistas, que divulgaram um estudo sobre o caso na publicação científica Polar Biology. O sexo dos animais atacados ainda não foi identificado, nem o motivo.

 "É bem improvável que os lobos-marinhos estejam confundindo os pinguins com animais de sua espécie. É difícil saber o que está acontecendo", afirmou Nico de Bruyn, um dos responsáveis pelo estudo, à BBC.

 Os incidentes registrados seguem o mesmo padrão: o lobo-marinho persegue, captura o pinguim e monta em cima dele. Ele, então, tenta copular por algumas vezes, em um ato que dura cerca de cinco minutos, com alguns períodos de descanso entre eles. Em algumas situações, o pinguim chega a ser morto e comido após o ato sexual.

 

Redação O POVO Online

TAGS