PUBLICIDADE
Notícias

Rebeldes xiitas enfrentam Al-Qaeda no Iêmen

16:00 | 15/10/2014
Rebeldes xiitas do Iêmen entraram em confronto com militantes da Al-Qaeda para conquistar mais territórios no país nesta quarta-feira. O embate entre os grupos rivais aconteceu em uma província ao sul da capital, Sanna, de acordo com autoridades de segurança.

A luta entre os Houthis, insurgentes xiitas, e os integrantes da Al-Qaeda começou na noite da terça-feira e seguiu madrugada adentro na cidade de Raad, na província de Bayad. Informações preliminares indicam que cinco rebeldes e seis militantes da Al-Qaeda morreram. Milhares de habitantes fugiram da cidade para evitar o conflito.

O avanço dos Houthis, que são anti-americanos, acontece em um país central para a campanha dos Estados Unidos contra os líderes da Al-Qaeda. Além disso, a proximidade do Iêmen de campos de petróleo de aliados de Washington no golfo árabe lhe confere valor estratégico. Analistas acreditam que os Houthis estão ganhando impulso para conquistar mais territórios no país.

A ramificação da Al-Qaeda no Iêmen é descrita por Washington como a ramificação mais ativa da rede de terroristas e jurou enfrentar os Houthis. A entidade reivindicou a responsabilidade por um atentado suicida em Sanna que, na semana passada, matou 51 pessoas, em sua maioria Houthis.

Nesta quarta-feira, autoridades do Iêmen afirmaram que quatro suspeitos de serem integrantes da Al-Qaeda foram mortos quando o veículo em que estavam foi atingido por um foguete atirado por um drone. A identidade dos quatro mortos não foram divulgadas e não se sabe ainda se eles eram agentes importantes da organização terrorista.

O Iêmen tem sido assolado por anos por uma insurgência liderada pela Al-Qaeda, que tem realizado ataques suicidas contra alvos militares e do governo. O país também tem sofrido com a pobreza extrema, que inflamou movimentos de rebelião separatistas na região sul do Iêmen. A nação está unificada desde 1990. Fonte: Associated Press.

TAGS