PUBLICIDADE
Notícias

Pelo menos 1.119 pessoas morreram no Iraque em setembro

15:10 | 01/10/2014
A Organização das Nações Unidas (ONU) informou que pelo menos 1.119 iraquianos morreram em episódios de violência em setembro. A organização alertou que é provável que o número real seja muito mais alto, uma vez que os dados oficiais não incluem mortes em áreas controladas pelo grupo extremista Estado Islâmico.

A missão da ONU em Bagdá tem pouco ou nenhum acesso a algumas áreas envolvidas nos conflitos. Os números divulgados nesta quarta-feira no relatório mensal da missão foram o número "absolutamente mínimo" de mortes e não incluem a província de Anbar ou outras áreas militares no norte do Iraque, de acordo com a ONU.

O número total de mortes em setembro inclui 854 civis e 265 membros das forças de segurança iraquianas. Outros 1.946 iraquianos foram feridos no último mês. A cidade mais atingida foi Bagdá, com 352 civis mortos. Em agosto, o número de mortes foi de 1.420. O número mais alto desde abril de 2005 foi em junho desde ano, quando 2.400 pessoas morreram em um ataque relâmpago do Estado Islâmico.

O Iraque está enfrentando a pior crise desde a retirada das tropas americanas em 2011, após o grupo extremista dominar um terço do país em uma recente ofensiva. Fonte: Associated Press.

TAGS