PUBLICIDADE
Notícias

NY: Bolsas fecham em alta na expectativa de estímulos

18:00 | 21/10/2014
Os rumores de que Banco Central Europeu (BCE) poderá comprar títulos emitidos por empresas, em mais uma tentativa de estimular a fragilizada economia da zona do euro, animou os investidores e deu fôlego aos negócios nas bolsas de Nova York. Os resultados positivos apresentados por algumas empresas e o crescimento além do esperado da economia chinesa no terceiro trimestre também contribuíram para a onda compradora no mercado.

O índice Dow Jones fechou em alta de 1,31%, aos 16.614,81 pontos, enquanto o S&P 500 avançou 1,96%, para 1.941,28 pontos. O índice Nasdaq teve alta mais acentuada, de 2,40%, fechando aos 4.419,48 pontos, na máxima do dia.

Os setor de tecnologia foi puxado pelas ações da Apple, que avançaram 2,72% depois que a empresa divulgou resultados acima do esperado pelo mercado. Os aumentos nos lucros no trimestre também garantiram ganhos à Harley-Davidson, que viu seus papéis dispararem 7,31% neste pregão.

Em compensação, as ações da Coca-Cola despencaram 6,03% depois que a fabricante de bebidas informou piora em seus resultados trimestrais e alertou que pode não atingir suas metas de ganhos neste ano. O desempenho do McDonald's também deixou a desejar, e as ações baixaram 0,63% nesta sessão.

Todos os setores contabilizaram avanços neste pregão, em especial o de petróleo, que foi beneficiado pela alta da commodity no mercado internacional, depois que a China - segundo maior consumidor do produto - informou que cresceu mais que o esperado pelo mercado. O Produto Interno Bruto (PIB) chinês se expandiu 7,3% no terceiro trimestre, frente ao mesmo período de 2013, quando as previsões apontavam aumento de 7,2%. (Francine De Lorenzo, com informações da Dow Jones Newswires - francine.delorenzo@estadao.com)

TAGS