PUBLICIDADE
Notícias

Americano morre e outro é baleado na Arábia Saudita

16:10 | 14/10/2014
Um norte-americano morreu e outro ficou ferido ao serem atingidos por um atirador na capital da Arábia Saudita nesta terça-feira. Os dois estavam em Riyadh trabalhando para uma companhia privada de segurança militar dos Estados Unidos que apoia programas da Guarda Nacional do país.

Policiais da Arábia Saudita perseguiram o atirador e houve troca de tiros. No confronto, o suspeito foi ferido e preso, segundo informa a agência de notícias oficial do país. Não foram divulgadas informações sobre a identidade do atirador. O americano ferido, por sua vez, sofreu ferimentos "moderados".

Um indivíduo com conhecimento do atentado disse que o criminoso é um saudita nascido nos Estados Unidos que trabalhava na mesma companhia que as vítimas, a Vinnell Arabia. Ele havia sido demitido recentemente por acusações de uso de drogas e acreditava ter sido delatado pelo americano que matou.

Os dois sofreram o ataque a cerca de um quilômetro da empresa em que trabalhavam, na região leste de Riyadh, disse a porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Jen Psaki. Ela afirmou também que autoridades dos Estados Unidos mantêm contato com o governo saudita para colher detalhes do atentado, incluindo sua motivação.

Psaki informou ainda que o governo está avaliando a sua postura de segurança e tomará medidas apropriadas para garantir a proteção de todos os americanos em missão no exterior.

O ataque deve preocupar outros trabalhadores ocidentais que estão no reino, que já esteve em alerta para possíveis atos terroristas. Em setembro, policiais sauditas prenderam 88 suspeitos de integrar uma célula da Al-Qaeda que planejava ataques dentro e fora do país.

A Arábia Saudita e outros quatro países árabes integral a coalizão liderada pelos Estados Unidos para bombardear posições do grupo Estado Islâmico e de combatentes da Al-Qaeda no Iraque e na Síria. Fonte: Associated Press.

TAGS