PUBLICIDADE
Notícias

Soldados afegãos desaparecidos são encontrados no Canadá

21:50 | 22/09/2014
Os três soldados do Afeganistão que sumiram no final de semana nos Estados Unidos, durante um exercício de treinamento em Massachusetts, reapareceram nesta segunda-feira em um posto alfandegário em Niagara Falls, na fronteira com o Canadá, afirmou a polícia.

Os soldados do Exército Nacional do Afeganistão major Jan Mohammad Arash, capitão Mohammad Nasir Askarzada e capitão Noorullah Aminyar estavam em uma base da Guarda Nacional do Massachusetts, em Cape Cod, para um exercício anual realizado desde 2004, informou o Comando Central norte-americano. O sumiço deles foi registrado na noite do sábado, após uma excursão até um shopping local, e não havia indícios de que eles representassem uma ameaça pública.

O exercício em Cape Cod envolvia participantes dos Estados Unidos e cinco países da Ásia Central e do Sul da Ásia, incluindo 15 soldados afegãos, de acordo com a Guarda Nacional.

Em depoimento, a polícia estadual de Massachusetts disse que a agência foi informada na manhã de segunda-feira que os homens haviam sido encontrados no posto de controle de Rainbow Bridge, que liga as duas cidades de Niagara Falls, uma no Estado de Nova York e a outra em Ontário, no Canadá. Os policiais afirmaram que os afegãos não haviam cometido nenhum crime.

Eles foram transferidos sob custódia pelas autoridades canadenses a um centro de vigilância do Escritório de Alfândega e Proteção Fronteiriça dos EUA (CBP, na sigla em inglês) na noite de segunda-feira, informou a agência norte-americana. "O CBP vai continuar a trabalhar com seus parceiros de ambos os lados da fronteira e vai processar os três indivíduos conforme a lei dos EUA", disse o escritório.

Este foi o segundo caso recente de afegãos que fugiram enquanto visitavam os Estados Unidos para treinamento. No dia 13 de setembro, dois policiais do Afeganistão desapareceram em Virginia quando participavam de um curso organizado pela Administração Antidrogas. Eles foram encontrados em Buffalo cinco dias depois e devem ser enviados de volta ao seu país. Fonte: Dow Jones Newswires.

TAGS