PUBLICIDADE
Notícias

Menino britânico chega a Praga para tratamento de câncer

16:40 | 08/09/2014
O menino britânico, cuja história provocou alvoroço depois de ele ter sido tirado por seus pais de um hospital no Reino Unido sem consentimento médico, chegou nesta segunda-feira em Praga, onde será tratado de um tumor cerebral.

Ashya King, de 5 anos, chegou à capital da República Checa num avião com equipamentos médicos, vindo da cidade espanhola de Málaga, e deu entrada no hospital Motol, em Praga.

Seus pais, Brett e Naghmeh King, travaram uma longa batalha para que seu filho fosse tratado com tecnologia de feixe de prótons, que atinge o tumor mais diretamente do que a radioterapia convencional, mas não está disponível para pacientes com tumores cerebrais no Reino Unido.

Os pais foram detidos pela polícia espanhola depois de terem tirado Ashya de um hospital na cidade inglesa de Southampton e viajado com ele para a Espanha para vender um imóvel e, assim, pagar o tratamento na República Checa. O casal passou uma noite na cadeia em Málaga, mas foi libertado depois de as autoridades britânicas cancelarem a ordem de prisão.

O caso deu início a um debate no Reino Unido a respeito dos direitos das crianças à saúde.

Jan Stary, médico-chefe do Departamento de Hematologia e Oncologia Pediátrica do hospital Motol, disse que o menino passará por exames para determinar seu estado de saúde.

"Sabemos que seu estado de saúde tem melhorado um pouco nos últimos dias", disse ele, acrescentando que os médicos checos têm estado em contado com seus colegas do Reino Unido e da Espanha e conversado sobre o menino.

Ashya vai permanecer hospitalizado no Motol, mas o tratamento será realizado num centro de terapia de feixe de prótons, informou Stary, lembrando que a terapia deve levar cinco semanas.

"Já passou um tempo relativamente longo, seis semanas, desde a operação (na Inglaterra). Trata-se de um tumor altamente maligno e temos de ter certeza de que o tumor não está crescendo ou se espalhando de novo. Isso modificaria nossa decisão sobre o tratamento", declarou Stary. O tumor do menino foi removido por cirurgia ainda no Reino Unido.

Fonte: Associated Press.

TAGS