PUBLICIDADE
Notícias

Médico dos EUA infectado por ebola chega ao Nebraska

11:30 | 05/09/2014
O médico norte-americano Rick Sacra, que foi infectado pelo vírus do Ebola quando trabalhava na Libéria, chegou a um hospital do Nebraska nesta sexta-feira, onde receberá tratamento. Sacra é o terceiro norte-americano da área da saúde a contrair a doença.

Funcionários do Centro Médico Nebraska, em Omaha, disseram que o médico, de 51 anos, ficará internado na unidade especial de isolamento do hospital, que tem dez leitos e é a maior das quatro unidades deste tipo nos Estados Unidos.

Sacra foi para a Libéria depois de ficar sabendo que outros dois missionários estavam doentes. Ele é integrante do grupo SIM, sediado na Carolina do Norte. O médico realizou vários partos, mas não estava envolvido no tratamento de pacientes com ebola, por isso não está claro como ele foi infectado pelo vírus que já matou cerca de 1.900 pessoas.

Meios de comunicação locais informaram, pouco depois das 6h (horário local) que o avião que levava Sacra havia pousado na base aérea perto da região de Omaha. Ele chegou ao hospital, de ambulância, cerca de 40 minutos mais tarde, mas não foi possível vê-lo quando o médico deu entrada no local.

O doutor Phil Smith, diretor médico da unidade Omaha, disse que um grupo de 35 médicos, enfermeiros e outros especialistas da área médica cuidarão de Sacra, garantindo que ele fique hidratado e que seus sinais vitais estejam estáveis.

O grupo discute tratamentos experimentais, dentre eles o uso do soro sanguíneo de pacientes que se recuperaram do ebola, disse Smith.

Não há drogas aprovadas ou vacinas para a doença, mas cerca de seis estão em desenvolvimento. Nenhuma delas foi testada em humanos, mas testes iniciais tiveram início nesta semana nos Estados Unidos.

O uso do ZMapp chamou muita atenção. O medicamento, que não fora testado, foi usado em sete pacientes, dois dos quais morreram. Mas as poucas doses produzidas se esgotaram e o laboratório informou que levará meses para fabricar uma pequena quantidade do remédio.

Os primeiros dois norte-americanos infectados pelo ebola - doutor Kent Brantly e Nancy Writebol - se recuperaram depois de terem sido levado para o Hospital Universitário Emory, em Atlanta.

Smith e vários outros médicos da unidade declararam várias vezes que a transferência de Sacra para Omaha não representa ameaça à população, lembrando que o ebola é transmitido por meio de contato próximo com uma pessoa infectada. Fonte: Associated Press.

TAGS