PUBLICIDADE
Notícias

Cuba enviará 165 profissionais a Serra Leoa para combater Ebola

Trata-se do envio mais importante de especialistas à região, destacou a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan

08:00 | 12/09/2014

Cuba enviará 165 médicos e enfermeiros a Serra Leoa durante seis meses para ajudar as autoridades deste país a combater a epidemia de Ebola, anunciou nesta sexta-feira, 12, o ministro cubano da Saúde, Roberto Morales Ojeda.

Trata-se do envio mais importante de especialistas à região, destacou a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, em uma coletiva de imprensa em Genebra.

"Vamos cooperar com uma brigada de 165 colaboradores, constituída por 62 médicos e 103 enfermeiros", anunciou o ministro cubano.

Todos estes médicos e enfermeiros "participaram anteriormente de situações de desastre" e "anunciaram voluntariamente sua disposição", acrescentou Morales.

[SAIBAMAIS 2]

O funcionário cubano declarou que alguns deles já estão em Serra Leoa.

Sua missão, em coordenação com a OMS, durará seis meses a partir da primeira semana de outubro.

A epidemia de Ebola já deixou 2.400 mortos na África Ocidental desde o surgimento do vírus, no início do ano, segundo a OMS.

"Precisamos de tudo (...) mas o que mais precisamos é de gente", disse Margaret Chan.

AFP

TAGS