PUBLICIDADE
Notícias

Bebê sobrevive por três dias sobre o corpo de sua mãe assassinada

Mãe e filha haviam desaparecido na noite da útlmia quarta-feira, 17, e o suspeito principal até agora é o pai da menina, Gonzalo Lizarralde, 33 anos

14:06 | 22/09/2014

Uma menina de um ano e nove meses sobreviveu ao ficar sobre o corpo de sua mãe supostamente assassinada e encontrada dentro de um bueiro em uma rua da localidade argentina de Córdoba (centro), informou a polícia.

Paola Acosta, 36 anos, foi encontrada morta no último domingo, 21, dentro de um bueiro com sinais de agressão. A pequena Martina estava sobre o corpo da mãe e sobreviveu ao incidente.

A polícia está investigando se realmente se tratou de um crime e por quanto tempo a bebê ficou junto a sua mãe.

Mãe e filha haviam desaparecido na noite da útlmia quarta-feira, 17, e o suspeito principal até agora é o pai da menina, Gonzalo Lizarralde, 33 anos.

"Martina está hospitalizada, em estado delicado, por ter ficado exposta ao frio e águas contaminadas. Uma das hipóteses aponta que ela ficou três dias nesta situação", afirmou a fonte policial.

"A bebê apresenta lesões nítidas e cortantes no tórax e pescoço. A causa pode ser devido à queda no bueiro", segundo um boletim do hospital.

"Martina está em terapia intensiva e sendo bem cuidadea, afirmou, por sua vez, Mariana Acosta, a tia da menina, em seu Twitter.

Lizarralde, detido no sábado ao se apresentar à Unidade Judicial de Homicídios, manteve uma relação passageira com Acosta, união da qual nasceu Martina. Ele foi a última pessoa a ver mãe e filha, justamente na noite de quarta-feira.

 

AFP

TAGS