PUBLICIDADE
Notícias

Maliki renuncia ao cargo de primeiro-ministro do Iraque

05:34 | 15/08/2014
Com a renúncia, líder xiita abre caminho para a formação de um novo governo por seu sucessor, Haidar al-Abadi. Estados Unidos e ONU elogiam decisão. O primeiro-ministro do Iraque, Nuri al-Maliki, anunciou nesta quinta-feira (14/08) sua renúncia ao cargo, abrindo caminho para a formação de um novo governo por seu sucessor, Haidar al-Abadi, que havia sido incumbido da tarefa pelo presidente do país, Fuad Massum. Os Estados Unidos e a ONU aprovaram a decisão, afirmando que ajudará a unir o país. "Elogiamos o primeiro-ministro Maliki por sua decisão de apoiar o primeiro-ministro designado, Haidar al-Abadi, no seu esforço para formar um novo governo conforme a Constituição", disse num comunicado a conselheira de segurança nacional americana, Susan Rice. Nickolay Mladenov, enviado especial da ONU ao Iraque, considerou que "a decisão de Maliki de permitir a formação sem demoras de um novo governo demonstra estadismo e um compromisso com o processo democrático e da Constituição". Com o anúncio da renúncia, o xiita Maliki pôs fim a oito anos de um mandato conturbado, durante o qual foi acusado de ter excluído do governo e perseguido os sunitas. O sectarismo e autoritarismo do governo iraquiano são apontados como motivos para o fortalecimento do grupo radical sunita "Estado Islâmico". AS/lusa/rtr

TAGS