PUBLICIDADE
Notícias

Garota desaparecida em tsunami reencontra os pais dez anos depois

Dada como morta, Raudhatul Jannah tinha apenas 4 anos quando ocorreu a catástrofe

18:03 | 07/08/2014

Nesta quarta-feira, 6, aconteceu o reencontro de Raudhatul com a família. A garota estava sumida desde dezembro de 2004, quando um tsunami varreu o Oceano Índico, atingindo a sua casa, na Indonésia.

Sob os cuidados de uma idosa, passou a viver em Aceh Barat Daya, distrito próximo ao que os pais moravam. Atualmente com 14 anos, foi avistada, um mês atrás, por um tio materno que achou a adolescente parecida com a sobrinha.

Após revêr a filha, a mãe, Jamaliah, diz não ter dúvidas sobre a identidade da jovem e que encontrá-la foi um milagre divino. Ainda se disse apta a fazer o exame de DNA, caso fosse necessário.

Arrastada pelas águas com o irmão três anos mais velho e dada como morta, após um mês de buscas, Raudhatul contou aos pais que existe a possibilidade do irmão ter sobrevivido, dando ao casal esperanças de também localizar o outro filho. "Vamos procurá-lo nas Ilhas Banyak porque acreditamos que ele ainda está vivo", disse a mãe.

A Tsunami

Desencadeada por um terremoto fora da ilha de Sumatra, em 2004, atingiu 14 países. 230 mil pessoas foram vítimas da tragédia no Sudeste Asiático e, somente em Aceh, foram 170 mil.

 

Redação O POVO Online

TAGS