PUBLICIDADE
Notícias

Após exigência de preservativo, produção de pornôs cai na Califórnia

A Medida B, provocou uma queda de mais de 90% nas solicitações de concessão de filmes do gênero, de 2012 para 2013. Passando de 480 para apenas 40

19:51 | 06/08/2014
Em vigor desde 2012, a lei que obriga o uso de camisinha em filmes adultos rodados em Los Angeles tem derrubado a produção de filmes do gênero. Segundo porta-vozes da indústria, a queda registrada em 2013 deverá se repetir em 2014.

De acordo com a FilmLA, órgão responsável pela concessão de licenças,  o número de filmagens autorizadas na cidade chegou a 480 em 2012. Já em 2013, houve um declínio de mais 90% nas concessões, quando foram apenas 40 pedidos foram feitos.  No primeiro semestre de 2014, o número de autorizações foi de apenas 20, mantendo a média do ano anterior.

Para os porta-vozes da indústria, os exames de HIV, que já são realizados em atores e atrizes, é o suficiente para evitar a contaminação do vírus durante as gravações. Eles também argumentam que vários atores se recusam a usar preservativo e, além disso, a demanda por produções em que personagens usem proteção é muito baixa.

Como a chamada Medida B abrange apenas o condado de Los Angeles, as produtoras estão passando a operar em cidades mais ao sul da própria Califórnia, como San Diego. Legisladores da Califórnia já estudam a ampliação da lei para todo o resto do estado.


Redação O POVO Online

TAGS