PUBLICIDADE
Notícias

Viciados em heroína receberão seringas do governo da Colômbia

O governo prepara esta ação para diminuir os danos à saúde causados pelo compartilhamento de seringas

18:52 | 02/07/2014

Um kit com seringa, álcool, ataduras e camisinhas, será distribuído para os usuários de drogas da Colômbia. A ação foi idealizada pelo governo colombiano para diminuir os efeitos causados à saúde pelo compartilhamento de seringas entre os viciados em drogas injetáveis. A proposta, que em breve estará valendo, também busca conscientizar os usuários sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST).

 Em 2013, um projeto piloto foi lançado na cidade de Pereira, em parceria com entidades internacionais. Na localidade, foram identificadas 240 pessoas com problemas com drogas injetáveis. Descobriu-se também que 64% destas pessoas faziam o compartilhamento de seringas. Após a implantação, o índice de transmissão de DST's e outras enfermidades diminuiu.

 Inicialmente, a idéia é expandir o projeto para as cinco cidades com maior consumo de heroína do país, sendo elas a Cúcuta, Medellín, Bogotá, Cáli e Armênia. O ministro da saúde, Alejandro Gaviria, afirmou que o ministério ainda trabalha em uma maneira de financiar o projeto, para isso, será buscado apoio internacional.

 Um projeto para o futuro buscará a diminuição do consumo de Paco, pasta feita com sobras de cocaína. Esta droga é consumida em cachimbos artesanais e prejudica as vias aéreas.

 Países como Holanda, França e Inglaterra já utilizam práticas como esta.

Redação O POVO Online

TAGS