PUBLICIDADE
Notícias

Obama diz que EUA sempre foram nação de imigrantes

15:50 | 04/07/2014
O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que os mais de uma dúzia de servidores nascidos no exterior que se tornaram cidadãos norte-americanos em uma cerimônia na Casa Branca neste 4 de Julho são lembretes vivos de que o país é e sempre foi uma nação de imigrantes.

Obama disse que as vastas experiências que fizeram dos EUA uma nação de mistura racial por mais de 200 anos também tornaram o país mais forte. No entanto, o sistema de imigração precisa ser reformulado para que os EUA mantenham sua posição de maior nação do mundo, segundo o presidente.

"Se quisermos continuar atraindo os melhores e os mais brilhantes do exterior, teremos de consertar nosso sistema de imigração, que está falido", disse Obama depois de 25 servidores de 15 países levantarem a mão direita e prometerem obediência aos EUA. "Não devemos dificultar que os melhores e os mais brilhantes venham para cá, criem empregos aqui, façam nossa economia crescer. Devemos tornar isso mais fácil."

A questão da imigração está atraindo as atenções depois da entrada no país de milhares de crianças desacompanhadas saídas da América Central. Sob a lei norte-americana, elas devem ser mandadas de volta pela fronteira com o México para seus países de origem, o que decepcionou os defensores da imigração que já se queixam da rígida política de deportação de Obama. Eles querem que Obama deixe as crianças ficarem no país, mas ele diz que precisa seguir a lei.

Ao mesmo tempo, Obama culpa os republicanos da Câmara dos Representantes pelo atraso em modificar a lei de imigração. Uma medida abrangente aprovada pelo Senado no ano passado foi bloqueada pelos líderes da Câmara, que também não apresentaram propostas próprias para a legislação.

Obama anunciou no começo desta semana que, como resultado da falta de ação do Congresso, ele vai buscar meios não legislativos para poder ajustar a política de imigração sem esperar receber um projeto de lei dos congressistas. "Vou continuar fazendo tudo que eu puder para tornar nosso sistema de imigração mais inteligente e eficiente", declarou. Fonte: Associated Press.

TAGS