PUBLICIDADE
Notícias

Furacão Arthur se forma na costa dos EUA

12:00 | 03/07/2014
Uma tempestade tropical que está se formando ao largo da costa leste dos Estados Unidos ameaça estragar os planos dos americanos para o feriado do Dia da Independência.

O Centro Nacional de Furações prevê que o Arthur irá chegar à costa na manhã desta sexta-feira, com ventos de até 136 quilômetros por hora. Ela ocorreria na costa da Nova Inglaterra durante o dia e, eventualmente, atingir a terra firme nas províncias marítimas do Canadá como uma tempestade tropical, disse o instituto.

Ao norte, em Boston, uma das cidades-símbolo da independência das Treze Colônias, a festa do 4 de julho foi adiantada para esta quinta-feira por causa do potencial de chuvas fortes antes da passagem da tempestade.

Arthur, a primeira tempestade nomeada da temporada no Atlântico, levou a emissão de um aviso de furacão para grande parte da costa da Carolina do Norte. Alertas de tempestade tropical estavam em vigor para as zonas costeiras da Carolina do Sul e de Virgínia.

Meteorologistas também esperam que o Arthur passe pela ilhas Outer Banks, na Carolina do Norte, amanhã, sem atingir a terra firme. Mas o governador Pat McCrory advertiu os turistas ao longo da costa para não arriscarem a sua segurança, tentando salvar seus piqueniques, churrascos e viagens de veraneio. "Não coloquem seus chapéus estúpidos", brincou o governador.

Na ilha Ocracoke, do arquipélago de Outer Banks, acessível apenas por balsa, uma retirada voluntária estava em andamento. A saída obrigatória para os visitantes da ilha Hatteras começou às 5 da manhã (local).

Mas, os turistas de Outer Banks ainda estão esperançosos com as previsões do tempo. Isso porque os meteorologistas disseram que o pior da tempestade iria ocorrer na madrugada de sexta-feira, próximo ao Cabo Hatteras. Em seguida, a tempestade tropical Arthur perderá força.

Na quinta-feira pela manhã, a tempestade estava a cerca de 480 quilômetros a sudoeste de Hatteras e se movia em direção ao norte com velocidade de 15 quilômetros por horas e ventos máximos de 130 quilômetros por hora. Fonte: Associated Press.

TAGS