PUBLICIDADE
Notícias

Exército afegão luta para reaver áreas do Taleban

15:50 | 06/07/2014
As forças afegãs estão enfrentando dificuldades para retomar o controle do território do Taleban em uma operação vista como fundamental para preservar o domínio de Cabul no sul do país, depois da retirada das tropas dos EUA do país.

O grupo Taleban reuniu centenas de combatentes em partes do norte da província de Helmand - um centro importante para a insurgência de longa data contra o governo central do Afeganistão e foco de aumento do número de soldados do presidente Barack Obama em 2009 e 2010.

O governo afegão está preparando agora uma ofensiva mais ampla para retomar algumas das áreas mais disputadas da província que fica no sudoeste do país. A maior parte da ofensiva deverá ser concentrada no distrito de Sangin, na fronteira nordeste da província, onde combatentes talebans atacaram postos policiais e implantaram bombas de beira em rodovias. Sangin foi o campo de batalha fundamental para fuzileiros navais dos EUA e para as tropas britânicas ao longo dos últimos anos, mas a maioria das forças internacionais deixaram Helmand no ano passado.

"A situação é ruim", afirmou o governo do distrito de Sangin, Suliman Shah. "O território tomado pelo Taleban não foi recuperado e o governo não adotou nenhuma medida em relação a isso. O Taleban conquistará o controle de todo o território."

Em Sangin, a polícia afegã mal equipada, incluindo a milícia conhecida como Polícia Local Afegã, disse que têm suportado o peso do ataque insurgente. "Nossos mortos foram deixados no campo de batalha por uma semana - ninguém pode retirá-los", disse Haji Mohammad Wali, um comandante da polícia local em Sarwan Kala, uma das regiões mais populosas de Sangin. "A estrada está fechada. Ninguém consegue atravessar para Sarwan Kala. A área está cercada."

Mohammad se reuniu ontem com o ministro da Defesa afegão Bismillah Khan Mohammadi, que realizou um conselho de guerra com um comandante do exército superior, autoridades locais e líderes tribais para discutir a retomada de partes de Sangin e de outros bairros de Helmand do controle insurgente. Na reunião, Mohammad disse que seus homens estavam ficando sem comida e munição. Fonte: Associated Press.

TAGS