PUBLICIDADE
Notícias

Nigéria: explosão mata 14 em exibição de jogo da Copa

12:40 | 18/06/2014
Pelo menos 14 pessoas morreram após explosão num local onde várias pessoas assistiam ao jogo entre Brasil e México pela Copa do Mundo de Futebol na noite de terça-feira, no nordeste da Nigéria. No sudeste do país, as forças de segurança detiveram um "chefão do terror" que fazia parte de uma grupo de 500 pessoas presas sob suspeita de terrorismo.

Pelo menos 26 pessoas ficaram feridas na explosão que aconteceu em Damaturu, capital do Estado de Yobe, informou a polícia. "A bomba me jogou longe e eu nem sabia onde eu estava", disse o sobrevivente Babagana Mohammed, que só recuperou a consciência no hospital.

Outra vítima, Musa Mohammed, disse que algumas pessoas perderam partes do corpo na explosão. Ele havia parado no local, que exibia ilegalmente o jogo, para comparar créditos para seu telefone celular quando o artefato foi detonado. "Foi um flash e então muitas pessoas estavam mortas. Graças a Deus eu tive apenas ferimentos leves."

Testemunhas disseram que um suicida dirigiu um táxi triciclo cheios de explosivos até a área, mas o superintendente da polícia Nathan Cheghan afirmou que a explosão foi provocada por um carro estacionado e abandonado na via em frente ao local onde o jogo era exibido.

Cheghan disse que locais de exibição de jogos de futebol foram proibidos no Estado de Yobe dois meses atrás porque eles são alvo do Boko Haram, grupo militante islâmico que quer fazer da Nigéria um Estado islâmico. Nenhum grupo assumiu a autoria do ataque, mas ele responsabiliza o Boko Haram.

Especialistas em segurança advertiram que militantes islâmicos podem atacar grupos que assistem aos jogos da Copa do Mundo em locais públicos na Nigéria, Quênia e Uganda, como fizeram em 2010 em Uganda. Naquele ano as explosões em Kampala, em dois locais onde as pessoas assistiam à final da Copa do Mundo, deixaram 74 mortos, ataques assumidoa pelo Al-Shabab, um grupo insurgente somali.

O Ministério da Defesa informou ter detido um "chefão do terror que estava na lista de terroristas procurados" no sudeste do país. Comunicado divulgado na noite de terça-feira diz que o homem foi descoberto entre os 486 suspeitos detidos quando viajavam num comboio suspeito, formado por 33 ônibus no Estado de Enugu, sudeste do país.

Meios de comunicação locais informaram que os homens e uma série de mulheres foram detidos quando viajavam do norte para Porto Harcourt, capital petrolífera da Nigéria, em busca de emprego. Fonte: Associated Press.

TAGS