PUBLICIDADE
Notícias

China prende 29 sob suspeita de terrorismo

05:10 | 05/06/2014
A China anunciou ter prendido 29 pessoas no que chamou de uma repressão contra terroristas na região de Xinjiang. O governo culpa extremistas muçulmanos de serem os responsáveis pelos recentes ataques fatais na região. Um jornal estatal do governo afirmou que as prisões foram autorizadas pelos procuradores na capital da região, Urumqi, antes de 31 de maio.

A reportagem informou que as acusações incluem o incentivo ao separatismo, a organização de movimentos para perturbar a ordem social, a operação de negócios ilegais e a incitação ao ódio e à discriminação étnica. Não há nenhuma relação com os ataques recentes, mas o jornal descreveu o grupo como "violentos suspeitos de crimes terroristas".

O governo de Pequim afirma que os ataques são feitos por extremistas religiosos relacionados com grupos terroristas islâmicos, mas há poucas evidências que sustentem essa teoria. Ativistas entre a população nativa turca uigur argumentam que o distúrbio é alimentado pelo ressentimento da maioria Han e de políticas de discriminação.

A informação na questão de segurança é fortemente controlada na região de Xinjiang, e há poucos dados que podem ser obtidos de forma independente sobre os suspeitos ou sobre as acusações contra eles. Fonte: Associated Press.

TAGS